Arquivo

Archive for the ‘Valor do Gerenciamento de Projetos’ Category

Qual o valor do Gerenciamento de Projetos?

julho 23, 2008 5 comentários

Você acredita nos benefícios do gerenciamento de projetos, mas tem dificuldades em vender a idéia para outras pessoas? O PMI está tentando lhe dar uma mãozinha… A instituição financiou um trabalho de pesquisa de proporções bastante expressivas denominado Researching the Value of Project Management, que está bem perto de ser finalizado. Foram 4 anos de investigações, envolvendo 65 organizações ao redor do mundo. As organizações analisadas pertencem a diversos setores distintos (serviços, pesquisa, industria, alta tecnologia) e executam projetos de diferentes tipos (internos, criação de produtos, para clientes, etc). Cerca de US$1.2 milhões foram investidos apenas pelo PMI. A previsão é que o lançamento do documento final contendo os resultados do trabalho ocorra em outubro deste ano. Entretanto, uma prévia do que foi feito pôde ser vista em apresentação ocorrida no dia 14 deste mês durante a última PMI’s Research Conference, realizada na Polônia. O vídeo está disponível aqui.

Eu assisti ao vídeo e na minha opinião os resultados parecem animadores, apesar de ser difícil analisá-los de forma mais aprofundada com base apenas no que vi e ouvi na apresentação. Abaixo um resumo do que foi mostrado:

– Em metade dos estudos de caso analisados foi possível identificar a presença de um valor tangível na aplicação do gerenciamento de projetos. Com tangível, quer-se dizer, mensurável. Metade parece uma quantidade pouco expressiva. “Copo meio cheio ou meio vazio”, conforme o ponto de vista. Mas é bom lembrar que em muitas organizações simplesmente não há a cultura de se medir investimentos em gestão, seja ela de projetos ou de qualquer outro tipo. Ou seja, o resultado não quer dizer que na metade em que não se identificou resultados tangíveis o investimento em GP foi dinheiro jogado fora.

– Na maioria das organizações estudadas (o número exato não foi revelado) foi possível perceber a presença de um valor intangível como resultado dos investimentos em GP. Como exemplos de fatores que estão relacionados a um valor intangível estão: comunicação mais efetiva, maior alinhamento da equipe como um todo em relação à abordagem de gestão utilizada, terminologia e valores e maior efetividade da organização.

Outras conclusões interessantes dizem respeito a algumas características da implementação de GP que estão associadas à criação ou destruição de valor.

Segundo os pesquisadores, organizações que percebem esse valor:

– Possuem uma equipe que se sente “dona” da implementação de gerenciamento de projetos realizada. Apesar de em muitos casos esta implementação ser extremamente parecida com o que se vê na maioria das empresas, a participação efetiva da equipe conferiu a ela um senso de buy-in significativo, que certamente contribuiu para o sucesso;

– Têm foco, comprometimento e investimento continuos na área;

– Têm uma percepção coletiva de “fit” (adequação), da abordagem de gestão adotada.

Por outro lado, são causas de destruição ou neutralidade em relação ao valor:

– Mudanças constantes no pessoal responsável por liderar a implementação do gerenciamento de projetos;

– Falta de foco;

Overimplementation, ou seja, implementação de itens além do que a empresa realmente precisa, gerando burocracia desnecessária;

– Implementação de GP apenas porque está “na moda”.

O estudo pode não responder a todos os questionamentos dos mais céticos, mas certamente dará mais objetividade a argumentações favoráveis ao gerenciamento de projetos. Objetividade que é cada vez mais cobrada pelos executivos antes de optar por investir seus recursos. Mas que também não é novidade. Afinal, Willian Edward Deming, um dos papas da qualidade e teórico de gestão, há anos já dizia: “In God we trust, all others bring data”.

Anúncios